27 abril 2009

Ser jornalista num é só ter um corpinho bonito


Estou eu aqui de novo e mais uma vez vou comentar um assunto sério! É to crescendo.. é o movimento do crescimento uniforme! ahahah
Hoje eu ouvi uma declaração meio assim, como posso dizer para não ser cruel! Absurda de um professor meu... Ele disse para a minha turma de jornalismo, " Sinceramente não sei porque vocês estão fazendo jornalismo, vocês estão perdendo tempo estudando, no mercado de trabalho é tudo diferente!" Olha eu prometi p/ mim mesma que não ia comentar as coisas fofinhas que meu professor "fofinho" fala, mas essa de hj não teve como!
O pior é que o moço aparenta ser inteligente, bem apessoado,simpático,tem um emprego legal. Eu me pergunto porque, porque, me fala uma besteira dessas?!
Ah claro, nada contra, mas também nada a favor!!! ( Jornalista falando)
Ai ai.. eu estou tão chocada até agora que estou arrumando forças p/ me expressar aqui!
Gente aonde já se viu alguém estar perdendo tempo estudando?!
E olha que a universade onde estudo está sempre ligada as novas tecnologias, eu consegui ficar em 2º lugar em um concurso universitário de jornalismo da Rede CNN, graças a meus amigos inteligentes e as coisas que aprendi na faculdade.

Tudo bem... existem matérias chatas, daquelas que você fala.. nossa porque estou estudando isso, não vai servir p/ nda msm.. acreditem... um dia acaba servindo!
Sem contar que na faculdade de jornalismo, vc aprender muito sobre a vida e sobre a mídia que não podemos ignorá-la do nosso dia a dia!
Se não fosse a comunicação social que aprendi eu não teria essa visão de mundo que adquiri durante os meus árduos estudos!!

No mercado de trabalho vc aprende a prática ,mas na maioria das vezes cheia de vícios e o pior sem ética.
Na faculdade aprendemos ética.. nós temos que saber sobre ética para não sair por ai atropelando todo mundo.
Ou será que queremos nós tornar um desses políticos corruptos?
Bom.. até tem gente que quer né.. eu num quero...

Eu quero ganhar dinheiro honestamente e dá para fazer isso.. é só usar a cabeça, pensar, sentir o mercado.
Eu não preciso estar dentro do mercado, no meio de todo mundo para desenvolver a minha capacidade profissional e a minha criatividade. Mas eu preciso apreender muito na minha faculdade e preciso sim ter um diploma para inovar e criar coisas novas, porque é disso que o Brasil precisa!

É sempre bom ter uma visão de fora das coisas...para num sair por ai falando besteirinhas....
Me desculpe se fui grossa...mas hauhauhu Também num dá.. paciência tem liminte!!

3 comentários:

O empírico disse...

Ganhou o prêmio CNN graças a mim!

;.)

Carolina Cunha disse...

Oi Carol!
Bom, tenho um professor que é jornalita e da aula e gestão de crise. Ele não trabalha como jornalista, trabalha numa multinacional da área de comunicação. Outro dia ele detonou os jornalistas! Fiquei espantada neh! Ele é jornalista! Ele disse que os jornalistas não são especialistas em nada, eles saem da faculdade sabendo escrever. E isso qualquer um sabe, não precisa fazer faculdade. Disse que o jornalista se acha Deus pq está acima da verdade, pq mentem inescrupolosamente para conseguir furos de reportagens e mentem em suas reportgens. Por conviver num meio de fodões que o bajulam para aparecer bem nos jornais, ele acaba se achando fodão tb. Enfim, acho que ele estava falando mais precisamente dos jornalistas que trabalham com política e correm atrás de furos o tempo todo.

Gostei do blog! Pena que vc não colocou o "seguir". Já viu o blog de karolzinha!? Está ótimo!
Bjihos

Anônimo disse...

tua amiga carolina, tem uma visao bem + detalhada.... o q pedi pra vc me explicar, todavia, em vao.
no meio de politica, faculdade nenhuma serve. Somente sua habilidade de iludir, persuadir, enganar, ou seja obteem vantagem ilicita para si ou para outrem, em prejuizo alheio (populaçao), induzindo ou mantendo alguem em erro, mediante artificio, ardil ou qq outro meio fraudulento.
Ou seja, politico, ou melhor politicagem, pq isso q temos no mundo de hj n pode ser considerado politica segundo os filosofos Gregos Antigos.

Visitas